Arquivo de junho de 2012

Vamos ao cinema? Estreiam nas telonas (29/JUNHO)

sexta-feira, 29 de junho de 2012
  • “A ERA DO GELO 4″

  •  Gênero: Animação, Aventura e Comédia
  •  Duração: 94 min.
  • Origem: Estados Unidos
  • Estreia: 29/06/2012
  • Direção: Steve Martino e Mike Thurmeier
  • Roteiro: Michael Berg e Jason Fuchs
  • Distribuidora: Fox Film do Brasil
  • Censura: Livre
  • Ano: 2012

A louca perseguição de Scrat sempre à caça de sua noz inquieta, perseguição à qual ele tem se dedicado desde os primórdios dos tempos, tem consequências que mudam o mundo e causam um cataclismo continental que leva Manny, Diego e Sid a viverem a maior aventura de todos os tempos. Nessa maré de mudanças, Sid acaba reencontrando sua Avó turrona, e o bando ainda tem de lidar com uma horda de piratas decididos a impedi-los de voltar para casa.

“PARA ROMA, COM AMOR”
Gênero: Comédia
Duração: 102 min.
Origem: Estados Unidos, Espanha e Itália
Estreia: 29/06/2012
Direção: Woody Allen
Roteiro: Woody Allen
Distribuidora: Paris Filmes
Censura: 14 anos
Ano: 2012

Para Roma, com Amor é baseado na obra “Decamerão”, escrita pelo imortal da literatura Giovanni Boccaccio, entre 1348 e 1353. A trama adaptada para os tempos modernos mostra como se cruzam as histórias de quatro casais americanos e italianos.

“FAUSTO”
Gênero: Drama e Fantasia
Duração: 134 min.
Origem: Rússia
Estreia: 29/06/2012
Direção: Aleksandr Sokurov
Roteiro: Yuri Arabov e Aleksandr Sokurov
Distribuidora: Imovision
Censura: 10 anos
Ano: 2011

Adaptação livre da tragédia homônima escrita por Johann Wolfgang Goethe, romance clássico da literatura alemã e que relata a tragédia do Dr. Fausto, que em uma busca incessante de conhecimento e poder, faz um pacto com o demônio Mefistófeles.

“MINHA IRMÔ
Gênero: Drama
Duração: 100 min.
Origem: França e Suíça
Estreia: 29/06/2012
Direção: Ursula Meier
Roteiro: Antoine Jaccoud e Ursula Meier
Distribuidora: Esfera Filmes
Censura: 14 anos
Ano: 2012

Simon tem 12 anos e ganha a vida com pequenos roubos numa estação de esqui na Suiça. Ele mora com sua irmã Louise nos pés da montanha, e revende os equipamentos roubados para vizinhos do conjunto habitacional em que vive. Mas Louise acaba de perder seu trabalho e passa a depender dos ganhos do irmão. Sem se dar conta, ela se torna cada vez mais dependente dele…

GINÁSTICA COM PERSONAL TRAINER

sexta-feira, 29 de junho de 2012

LIGUE O SOM, CLIQUE, ABRA A TELA E…CURTA.

NOTA DO BLOG:
Enviado pela amiga Elizabeth Fernandes da Silva

Cartão vermelho

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Certos jogos de futebol são tão ruins que parecem intermináveis, quando os comentaristas dizem que os dois times poderiam continuar jogando a noite inteira que não sairiam do 0 a 0.

A metáfora de sabor “alulado” é perfeita para expressar a destituição de Fernando Lugo  (foto abaixo) da presidência do Paraguai, mas não pela legalidade ou velocidade com que foi goleado por 76 a 1 no Congresso e depois no Tribunal Eleitoral e na Suprema Corte: na Constituição deles a regra é clara.

Mas caso os paraguaios resolvessem instaurar uma comissão de impeachment, cumprindo todos os ritos e formalidades do barroco latino-americano, como exigem os democratas Chávez, Cristina e Correa, até os paralelepípedos das ruas de Ypacaraí sabem que eles poderiam ficar num diálogo de surdos meses a fio, como num jogo ruim de futebol, que o resultado final não seria diferente.

Então por que perder tempo e dinheiro e parar o país? Para ouvir estrangeiros dando pitaco nos problemas dos paraguaios, alguns até dispostos a dar dinheiro e armas para os “movimentos sociais” defenderem Lugo numa guerra civil ? Em time que está perdendo não se mexe?

Até seus parcos partidários sabem que Lugo se embananou, tanto que entubou resignado a sua destituição ao vivo, diante de todo o país. Alem da gestão desastrosa, Lugo decepcionou seu eleitorado popular desenvolvendo uma paixão por hotéis cinco estrelas e restaurantes de luxo em suas frequentes viagens ao exterior, no mínimo uma por mês, sempre com festivas comitivas, para agendas duvidosas.

Descontente com o desconforto da primeira classe nos voos comerciais, tentou que a Itaipu Binacional lhe comprasse um Aerolugo da Embraer, mas a diretoria cortou suas asas. Negociava um Challenger usado de um cartola do futebol quando foi defenestrado.

O que a nossa diplomacia companheira vai fazer agora, além de estender o tapetão para a entrada da Venezuela no Mercosul? Vão obrigar o Paraguai a desrespeitar ou a mudar a sua Constituição? Vão dar ao novo governo direito de defesa na Unasul? Ou vão dar um chapelão a Lugo e abrigá-lo na embaixada do Brasil em Assunção?

por Nelson Motta

Garoto de 11 anos teria arrancado olhos de gato em Valparaíso (Brasília – DF). TADINHO, NÉ? O PEQUENO CANALHA NÃO SABIA O QUE ESTAVA FAZENDO!!! E VIVA O MALFADADO “ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE”!!!

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Um  menino de 11 anos terria arrancado os olhos de um filhote de gato em condomínio de Valparaíso, no Entorno do DF. O animal, com menos de três meses de idade, foi encaminhado para uma clínica veterinária com os olhos sangrando, faminto e com pulgas. Depois de quase uma semana de internação, ja engordou 200 gramas e ainda passará por uma cirurgia. Em homenagem à Deusa da Justiça, que é cega, a gatinha recebeu o nome de Themis e ganhou um novo lar.

ASSISTA ESTE VÍDEO DO PROGRAMA “DF NO AR” DA REDE RECORD:

ABAIXO, MANIFESTAÇÃO DE ALGUNS LEITORES DO “CORREIO BRAZILIENSE” SOBRE ESTE CASO QUE PROVOCOU UMA ENORME REVOLTA:

Autor: Hildo Evaristo
Maldito ECA, ressocialização idem.

Autor: Ademar Nova
Esse miserável deveria ir pra cadeia ! Eu com 11 anos já ia no banco sozinho fazer depósitos pra minha mãe e sabia o que era certo e errado! Daqui pra frente a tendência é piorar pois, o ECA os Direitos Humanos os Conselhos Tutelares e a lei da palmada, criarão monstros e assassinos !
|

Autor: georgia lassance
Meu Deus este mundo esta realmente perdido, vcs nao sabem o que as escolas estão recebendo. Meninos iguais a este, se nao forem piores. Socorro aonde vamos parar.
|

Autor: Luiz Marinho
Esta criança tem que ter um apoio psicológico, pois já apresenta traços caracteristiscos de psicopatia. Caso não tenha auxílio de um profissional capacitado, futuramente veremos um psicopata invadindo um ambiente publico e mantando pessoas!
|

Autor: df silva
Meu Deus! Que tristeza ver isso! Pessoas que maltratam animais indefesos são capazes de fazer algo semelhante a outros seres humanos! Esse menino deve ser punido! A impunidade fortalece esses monstros!

Autor: Israel Alcantara
Criminosos cruéis começam a carreira dessa forma. Espero que os pais usem métodos rígidos na educação para que o garoto não se torne algo pior mais tarde.

Autor: Flavio S.
Quando eu era criança fiz uma maldade também e espanquei um gato. Com o passar dos anos a cena ficava na minha cabeça e eu me arrependi muito, hoje adoro gatos e sofro porque não posso ter um no meu ap, é o bicho de estimação que mais adoro. A criança merece ajuda, antes que faça com um humano.

Autor: Cris Azevedo
O menino exibe um forte – e clássico -sinal de psicopatia.Tem que ser acompanhado. na certa, se tornará alguém muito perigoso.

Autor: Renato Silva
Psicopata! Manda essa desgraça, que já dá sinais de que não presta, passar uma temporada no Caje! Ou isso tb vai ficar impune????

Autor: Gabriel Xavier
Começando cedo no Terrorismo…

Autor: Nyll Rodrigues
A pena justa para esse bicho ruim seria arrancar os olhos dele também e dar aos cachorros. Menino ruim, malvado, desgraçado, covarde, por que não arrancou os olhos diabólicos dele próprio? Isso é um instinto demoníaco fazer isso com um ser tão indefeso e inocente. Meu Deus que humanidade nojenta.

 

Infância que os tempos não trazem mais

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Hoje recebi uma mensagem que falava de um passado feito de visitas, passeios a pé e coisas do gênero que, infelizmente, hoje já não se usa mais.

E senti uma emoção muito forte relembrando meus tempos de menina criada em Poços de Caldas, interior de Minas Gerais.

Por muitas vezes a gente passa grande tempo sem nem pensar ou lembrar fatos corriqueiros de nossa vida anterior e, de repente, algo chega e bate forte. E revivi cenas que me deixaram profundamente tocada. Meu velho pai debruçado sobre o móvel da sala – que era chamado tager e hoje chamam Buffet – ouvindo o rádio de madeira, grandão, movimentado a válvulas, que pegava até o Egito e ele ouvia programas em árabe. Após o jantar que era servido no mais tardar às 19h, quando ele já havia fechado sua loja, tomado banho, colocado o roupão  e tomado seu aperitivo sentado no terraço olhando as montanhas, todos se vestiam caprichados e saíamos, a família completa, para uma visita a amigos. Passeio a pé, atravessando os jardins lindos daquela cidade, chegando e sendo muito bem recebidos com muito carinho e atenção.

Papai, geralmente sentava-se com o amigo para um jogo de Buraco e mamãe conversava com a amiga que servia docinhos, bolos, café ou chá. As crianças logo se entrosavam e saiam pra brincar no quintal ou mesmo na calçada em frente à casa. Se chovia, sentavam-se por ali e jogavam jogos de tabuleiro. Essas visitas nunca eram marcadas com antecedência, mas a recepção era sempre calorosa, com demonstrativos de prazer por serem prestigiados com a inesperada chegada.

Da mesma forma, quando era o contrário e visitas chegavam em casa inesperadamente, eram retribuídos com  o mesmo carinho e alegria.

E lembrando dessas passagens também me vem à mente como eram chamadas algumas peças do mobiliário das casas. O Buffet de hoje que era tager, lembra a penteadeira que então recebia o nome de pichichê. Uma peça que era obrigatória nos banheiros de então era o bidê que com o advindo do chuveirinho perdeu muito de seu uso para a higiene íntima. Na sala era de costume se ter um relógio com carrilhão que tocava a cada 30 minutos toques  mais curtos e na hora inteira  todos seus acordes. Os homens elegantes usavam relógios de bolso com lindas correntes aparentes e as mulheres exibiam relógios de pulso com  pulseiras trabalhadas geralmente em ouro.

Com tudo isto que me veio à mente, lembrei-me também das noites de verão quando a maioria das famílias saia pra sentarem-se nos bancos de jardim e lá ficavam por horas conversando com amigos, ouvindo músicas tocadas no coreto da praça principal. A criançada corria solta e tranqüila por todos os cantos, brincando de roda, lenço atrás, passa-anel, pique, telefone sem fio, estátua, barra manteiga, amarelinha e outras brincadeiras da época.

Não se ouvia falar em assaltos, roubos, sequestros relâmpagos ou violências tão usuais nos dias de agora. Vivia-se com paz, tranqüilidade, sorriso nos lábios, calma na alma e no convívio. O tempo não corria tão célere e a chegada de cada Natal era esperada por todos e parecia demorar um tempo sem fim.

Não é nostalgia derramada, mas um lamento de que os tempos mudaram e tudo se tornou tão áspero na vivência. Lamento que os filhos e netos  dessa geração que curtiu tanta coisa boa, não tenham tido esta oportunidade de vivenciarem coisas que apesar de tão simples  ficam indeléveis na lembrança. E ao mesmo tempo causa espanto que tão de repente tudo tenha se modificado tanto. Aquelas pequenas coisas que davam tanto prazer se diluíram no tempo e no espaço  e deram lugar a tantas outras que não conseguem ter a beleza e pureza  que encantam uma vida.

enviado pela amiga Sonia Kahawach (Blog:-http://nonnabuka.wordpress.com/)

Notícias de sexta-feira

sexta-feira, 29 de junho de 2012

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou ontem nova regra liberando a candidatura dos “contas-sujas”.

A mudança se deu no julgamento de um recurso apresentado pelo PT. O ministro Dias Toffoli, o mais próximo ao partido, desempatou a votação. É o partido de Lula ajudando a sujar a democracia brasileira, seu “esporte” preferido.

Mas como nem tudo é notícia ruim, o embaixador Samuel Pinheiro Guimarães (foto)  decidiu renunciar ao cargo de alto representante-geral do Mercosul. Ele alegou falta de apoio político para tal decisão. Se for isso mesmo, trata-se de um ótimo sinal. Afinal de contas, Pinheiro Guimarães é o grande ideólogo “bolivariano” infiltrado no bloco, representando o “chavismo” no lado brasileiro.

A postura do Itamaraty na questão paraguaia foi vergonhosa, e espera-se que os interesses da nação fiquem acima dos interesses ideológicos da turma alinhada ao Chávez. O Barão do Rio Branco, ao assumir em 1902 o ministério das Relações Exteriores, declarou: “Não venho servir a um partido político: venho servir ao Brasil, que todos desejam ver unido íntegro, forte e respeitado”. Que falta faz um Barão do Rio Branco na diplomacia brasileira!

De volta às notícias ruins, o “Obamacare” foi considerado constitucional ontem pela Suprema Corte. O governo poderá obrigar o cidadão a comprar seguro de saúde.

Isso foi aprovado porque os juízes encararam tal seguro como um imposto. Logo, trata-se de uma vitória de Pirro para Obama. Ele consegue manter sua reforma no setor de saúde, mas somente evidenciando que o seguro representa um novo imposto para a classe média, algo que o presidente negava veementemente.

Foi Thomas Sowell quem resumiu de forma brilhante a mentalidade esquerdista no caso: “É incrível como algumas pessoas acham que nós não podemos pagar médicos, hospitais e medicamentos, mas pensam que nós podemos pagar por médicos, hospitais, medicamentos e toda a burocracia governamental para administrar isso”. Se a saúde já é cara, espere até ela ficar “gratuita”!

Para fechar esta rodada de notícias de sexta-feira, nada como comparar FHC e Lula.

FHC disse que vota em Serra, mas não faz campanha.

Ele argumentou que pedir votos é um papel “indevido” a um ex-mandatário. E ainda alfinetou Lula:

“Eu não sei morder canela. Não acho que seja apropriado ao ser humano”.

Já Lula foi multado por fazer campanha antecipada para Fernando Haddad. Que abismo que separa a postura de FHC da de Lula!

por Rodrigo Constantino

Nesse pagode ruim da cabeça e doente do pé, melhor seria dançar ao som do Negritude…

sexta-feira, 29 de junho de 2012

Fernando Haddad nunca será prefeito de São Paulo. Candidatura fadada ao fracasso. Até o Netinho de Paula (PCdoB), do inesquecível Negritude Junior (foto), seria flagrantemente melhor candidato do que o Haddad.

Lula finge que leu Maquiavel (jamais precisaria lê-lo, com as companhias magistrais que teve).

Estas são as frases lulescas mais recentes:

1) “A partir de julho, vou estar com a garganta boa, já recuperei 70% de mobilidade na minha perna esquerda e, logo, logo estarei batendo falta e fazendo gol.”

2) “O povo de São Paulo precisa lembrar que ele (José Serra) já foi eleito uma vez e, em vez de governar, o bichinho ficou um ano e quatro meses no mandato e saiu. Ele não pegou nem a segunda enchente e já correu”

3) “Jogaram óleo na pista de patins dele. E ele vai perceber que foi um equívoco quem o convenceu a ser candidato a prefeito de São Paulo”

4) “Se for necessário, morderei a canela dos adversários para que o Fernando Haddad possa ser o prefeito”

Até Netinho compôs um pagodinho romântico e passional, típico, para a ocasião:

“Não dá para esconder que o coração está ferido. Saio ferido, mas não derrubado. Ainda não chegou a hora”. E acrescentou: “A tese da terceira via que defendi não teve força. Perdi porque a eleição está polarizada.”

por Pedro Ricardo Maximino

SINAL DOS TEMPOS

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Charge: DUKE