Arquivo de julho de 2012

EM 20/08/2011, FOI POSTADO AQUI: “GLOBO DEVE ALGUMAS EXPLICAÇÕES SOBRE O CRIANÇA ESPERANÇA”. LEIA ABAIXO.

terça-feira, 31 de julho de 2012

REDE GLOBO, NÓS OS BRASILEIROS QUEREMOS QUE NOS INFORMEM, VIA JORNAL NACIONAL, O NÚMERO DA CONTA DA UNESCO ONDE SÃO DEPOSITADAS AS DOAÇÕES DO “CRIANÇA ESPERANÇA”.

Há tempos circula na Internet um e-mail cuja mensagem vem causando arrepios à Rede Globo:Criança Esperança: Você está pagando imposto da Rede Globo! Quando a Rede Globo diz que a campanha Criança Esperança não gera lucro é  mentira.

Porque no mês de Abril do ano seguinte, ela (TV Globo) entrega o seu imposto de renda com o seguinte desconto: doação feita à UNICEF no valor de… aqui vem o valor arrecadado no Criança Esperança. Ou seja, a Rede Globo desconta alguns milhões do seu imposto a pagar,  graças à generosidade e ingenuidade dos doadores!
 
 Agora, se você vai colocar no seu imposto de renda que doou 7, 15, 40 ou mais pro Criança Esperança, não pode. Sabe por quê? Porque Criança Esperança é uma marca somente e não uma entidade beneficente. Já a doação feita com o seu dinheiro para o UNICEF é aceito. E não há crime nenhum.

Aí, você doou à Rede Globo um dinheiro que realmente foi entregue à UNICEF, porém, por que descontar na Receita Federal como doação da Rede Globo e não  sua?

Do jeito que somos tungados pelos impostos, bem que tal prática contábil tributária poderia se chamar de agora em diante de Leão Esperança.

Se a Rede Globo tem o poder de fazer chegar a mensagem dela a tantos milhões de televisores, também nós temos o poder de fazer chegar a nossa mensagem a milhões de computadores!

A REDE GLOBO DIZ QUE O DINHEIRO VAI DIRETO PARA UMA CONTA DA UNICEF, MAS PORQUE ELA NÃO DÁ O NOME DO BANCO E O NÚMERO DA CONTA??? 

NOTA DO BLOG:

O grupo anonymous fez uma denúncia contra o projeto “Criança Esperança” da rede globo que recebe doações da população brasileira, através da Unesco, mas sem direito de qualquer dedução fiscal. A Globo  fez um reajuste acima da inflação, de 40% (de R$ 5,00 para R$ 7,00 reais), 50% (de R$ 10,00 para R$ 15,00 reais) e 33,333% (de R$ 30,00 para R$ 40,00 reais) em seus valores para doações.

O estranho nesses reajustes é que a Rede Globo critica todo e qualquer reajuste em tarifas públicas acima da inflação autorizada pelo Governo Federal. Por que não deu o exemplo? Ainda há uma suspeita no ar, amplamente divulgada e nunca desmentida pela Rede Globo, anunciando que, no final, a emissora recebe um recibo da UNESCO, informando o valor total da doação e o apresenta em seu imposto de renda, para ter uma dedução fiscal, como se a doação fosse feito pela emissora.

Se isso for verdade…é melhor nem comentar o absurdo que estão fazendo né? Esta informação  está em toda parte da internet e em momento algum a Rede Globo aesclareceu ou a desmentiu.

Rede Globo, gasta milhões de reais na gravação de cada cena de suas novelas, e ainda quer pedir doações para o “Criança Esperança” ? Uma coisa é a Rede Globo fazer uma doação direto à Unesco, outra coisa é o povo brasileiro fazer essa doação e a globo dizer que é ela quem faz! Quanta sacanagem em um lugar só, hein? 

NOTA DO BLOG:

A Globo não deu nenhuma explicação.

ACREDITE !!! HÁ 464.545 CANDIDATOS ÀS PRÓXIMAS ELEIÇÕES, EM TODO O PAÍS. DESTES, 434 MIL SAEM PARA VEREADOR, 15.300 PARA PREFEITO, OUTRO TANTO PARA VICE-PREFEITO.

terça-feira, 31 de julho de 2012

NOTA DO BLOG:

Como disse o brilhante jornalista Carlos Brickmann, “considerando-se que campanha eleitoral é cansativa, custa caro, interrompe as atividades normais do candidato e é, com frequência, frustrante, deve-se imaginar que ter mandato é bom demais. Compensa todos os sacrifícios e despesas”. E COMO COMPENSA!!!

Pensamento do Dia: -“Não só Lula sabia do Mensalão como ordenou toda essa lambança. Não é possível acusar os empregados e deixar o patrão de fora”. (Luiz Francisco Correa Barboza, advogado)

terça-feira, 31 de julho de 2012

No dia 12 de agosto de 2005, em um pronunciamento, pela TV, a todo o povo brasileiro, Lula pediu “desculpas pelo escândalo”. VEJA:

Não há como chamar Lula de imoral. O que ele é é um amoral. Os principais companheiros do partido no banco dos réus e ele, só ele, de fora. Logo ele que é o grande réu, “o réu”.

Dirceu, Roberto Jefferson, Genoino, Delúbio, Silvinho, Marcos Valério, Gushiken, João Paulo Cunha, Valdemar Costa Neto, Professor Luizinho, a malta toda, como disse o Procurador Geral da República, era uma “organização criminosa”, uma “quadrilha” chefiada pelo Dirceu. Mas sob o comando do chefão, Lula.

Quem tinha de estar no banco da frente era ele, “o réu”.

Se consultar os “Anais do Congresso Nacional”, o brasileiro lerá ali um discurso do general deputado Euclydes de Figueiredo, da UDN do Rio, herói da Revolução Constitucionalista Paulista de 1932, que na Constituinte de 1946 pedia a convocação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para “apurar os crimes da ditadura”.E ele dizia, da tribuna da Câmara dos Deputados, que foram crimes que estarreceram a Nação, escandalizaram o Brasil diante do mundo e, por isso, era preciso que a Câmara os investigasse, punisse os responsáveis, para que servisse de lição para as próximas gerações. E o principal réu era o ditador, Getulio Vargas. Por que agora esconder Lula atrás das cortinas?

por Sebastião Nery

O americano que foi preso por “roubar” água da chuva

terça-feira, 31 de julho de 2012

O norte-americano Gary Harrington deve passar ao menos um mês preso após ter sido julgado culpado por recolher “ilegalmente” a água que corria em sua propriedade rural.

Há dez anos ele recorre à Justiça para obter o direito de fazer o que bem entender com esse recurso natural que passa pelos arredores de sua casa. Contudo, além de ser detido, agora também será obrigado a arcar com uma multa avaliada em 1.500 dólares (o equivalente a pouco mais de três mil reais).

No entender das autoridades locais, Harrington violou legislações do Oregon ao preencher “três reservatórios ilegais” em sua propriedade com a água natural que derretia das geleiras ou que vinha com a chuva.

A procuradoria argumentou que, independentemente da origem da água que acabava retida na propriedade do réu, ela pertencia necessariamente à jurisdição da cidade de Medford. Dessa forma, encontrava-se sujeita a uma lei de 1925 que entrega à comissão regional de gerenciamento hídrico o total controle sobre esse recurso.

           Prefeitura da cidade norte-americana de Medford, no estado de Oregon

Além da reclusão de trinta dias, Harrington também será acompanhado por oficiais da Justiça por mais três anos, período no qual deverá demonstrar que está convencido de nunca mais recolher água da chuva. “Trinta dias na cadeia por pegar água da chuva”, indagou-se em entrevista ao jornal Mail Tribune.

Seu argumento é o de que vive “em uma área rural” e de que toda a água fornecida pelo município desaparecerá com a chegada do período de seca, época na qual o governo abre as comportas das barragens mais próximas para suprir as demandas hídricas das grandes cidades.

Harrington também conversou com a Associated Press, e ponderou que, “a partir do momento em que o dono de uma propriedade não pode coletar a água que cai sobre suas terras, as coisas passam dos limites”. Ele recomenda que seu caso torne-se um exemplo para todos os outros pequenos agricultores da região que, como ele, detêm pequenos reservatórios de água.

O portal CNS News também ouviu Harrington e confirmou que o réu recebeu em 2003 uma autorização do estado do Oregon para fazer o que bem quisesse com a água natural que desembocava em sua propriedade. Em um primeiro momento o Departamento de Recursos Hídricos da região não viu problemas com essa concessão, contudo, logo após revogou a validade do documento. “O governo só pode estar brincando”, lamenta. “Nós, como norte-americanos, precisamos estar firmes ao lado de nossos direitos constitucionais”.

Fonte: Opera Mundi

NOTA DO BLOG:

Como se pode observar, “absurdos” não ocorrem só por aqui.

Eu pergunto: As plantas não “roubam” água da chuva? Vamos prendê-las? (hehehe)

Para muito tempo

terça-feira, 31 de julho de 2012

No histórico julgamento em Nuremberg dos alemães criminosos de guerra, um argumento de defesa era usado por todos os réus: tinham apenas obedecido a ordens. Como alguns de nós ainda se lembram, a desculpa não colou em caso algum.

Como devia ser. É tristemente curioso que essa defesa ainda seja usada. É o que está acontecendo em Brasília no Supremo Tribunal Federal, que no momento julga o processo do mensalão. Um dos réus, Delúbio Soares, tesoureiro do PT na época do escândalo, é acusado de administrar a arrecadação de empréstimos para pagar dívidas de campanha. Sua frágil defesa, segundo diz seu próprio advogado, é a de que ele nada decidia: apenas obedecia.Era o chamado mensalão. E não há qualquer dúvida que o dinheiro — mais de R$ 55 milhões — foi generosa e habilmente administrado. Isto é, pagou dívidas e fortaleceu alianças entre o PT e partidos amigos.

Em outras palavras — mais duras e mais claras — o partido simplesmente comprou alianças no grande mercado político nacional. Alianças compradas cheiram mal em qualquer mercado. E, muito provavelmente, o partido de Lula não é o único que se entrega a essa feia prática. Mas, como é o único apanhado em delito flagrante, só dele podemos falar. E também apenas dele está tratando a Justiça, em processo que corre no STF.

Imitando a defesa dos réus de Nuremberg, o advogado de Delúbio, Arnaldo Malheiros Filho, afirmou que seu cliente apenas cumpria decisões colegiadas da Executiva do PT.

                            JOSÉ DIRCEU, DELÚBIO, GENOÍNO, SILVINHO

José Genoino, que presidia o partido no tempo do mensalão, alega, por sua vez, que só cuidava de política: questões financeiras seriam responsabilidade exclusiva de Delúbio.

José Dirceu, outro manda-chuva petista, tem o mesmo argumento: cuidava de política, não de dinheiro. Acredita quem quiser.

O julgamento do STF tem extraordinária importância. Não apenas porque levará ao seu desfecho um dos maiores escândalos políticos dos últimos tempos. Mas também porque servirá de advertência para todo o universo político brasileiro. O mensalão foi uma invenção do PT e de seus aliados — mas o financiamento de projetos políticos por meios nada recomendáveis não é pecado praticado exclusivamente por petistas. Longe disso, muito longe.

Genoino diz que só presidia. Delúbio conta que tratava das finanças. E Dirceu alega que só cuidava de política, não de dinheiro. Acredita quem quiser.

Se o Judiciário quiser — e provavelmente assim será — temos Nuremberg para muito tempo.

por Luiz Garcia

“APÓS MORTE DE ANIMAL, RODEIO VETA PROVA DE “AGARRAR” BEZERRO”. ÓTIMO! MAS A PERGUNTA CONTINUA: “-QUANDO OS RODEIOS SERÃO P R O I B I D O S ?”

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Ao menos uma das principais festas de peão do país, a de Americana (127 km de São Paulo), cancelou neste ano a prova de bulldog, na qual o peão tem de imobilizar com as mãos um bezerro. Já a tradicional Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos (423 km de São Paulo) estuda se vai ou não ter a competição no evento, que ocorre de 16 a 26 de agosto.

Tanto o cancelamento da prova em Americana, quanto o possível veto ao bulldog em Barretos, ocorrem após a morte de um bezerro  no ano passado, em competição na arena da maior festa do país.

O animal saiu carregado após  participar do bulldog, no primeiro fim de semana do rodeio de Barretos. Uma necropsia apontou que o bezerro sofreu lesão nas vértebras, o que o deixou tetraplégico. Por isso, ele foi sacrificado.

O bulldogueiro Cesar Brosco durante prova em que bezerro se machucou e foi sacrificado, na Festa do Peão de Barretos

Na prova, o vencedor é aquele que consegue derrubar o animal mais rápido. O bezerro corre em disparada, seguido por um peão que monta um cavalo. O competidor salta sobre o bezerro e, segurando em seu chifre, o derruba à força.

NOTA DO BLOG:

Já passou da hora de o Governo Federal proibir essa modalidade CRIMINOSA de “esporte(!?)” chamada RODEIO!!!

O FAUSTÃO RECOMENDOU A COMPRA, AGORA, A “JAC MOTORS” INTERROMPE PLANOS DE EXPANSÃO NO PAÍS. SEM DECRETO PARA REDUZIR IPI, A CHINESA NÃO CONSTRUIRÁ FÁBRICA NA BAHIA E NEM AUMENTARÁ A SUA ATUAL REDE DE CONCESSIONÁRIAS. COMO DIZIA O FAUSTÃO: I N E S P E R A D O !!!

segunda-feira, 30 de julho de 2012

NOTA DO BLOG:

Hoje, os carros populares importados pela JAC Motors pagam IPI de 36,5%. Os similares nacionais pagam 6,5%. Sergio Habib, presidente da empresa, explica: “A medida foi drástica já quando adotada. Mas o dólar à época estava a R$ 1,70. Agora, com o dólar a R$ 2, a operação toda ficou muito cara. Por essa razão é que, sem o decreto do governo rebaixando o IPI, não temos como pensar em aumentar as revendas e muito menos em construir a fábrica na Bahia”. Inesperado e lamentável!

MENSALÃO! 02/AGOSTO ESTÁ CHEGANDO!

segunda-feira, 30 de julho de 2012

ENQUANTO ISSO, LÁ PELAS BANDAS DE SÃO BERNARDO DO CAMPO…

Charge: Sponholz